Hospital Regional de Ceilândia (HRC) alcançou, e mantém há 13 meses, índice zero de pneumonia associada à ventilação mecânica em pessoas internadas na UTI Adulto. O número é resultado do trabalho, iniciado há aproximadamente seis anos, de integração de cirurgiões-dentistas para cuidar dos pacientes em estado crítico, modelo que começou a ser estendido neste mês para as demais unidades da Secretaria de Saúde que contam com UTI.

“A atuação começou quando identificamos um quadro infeccioso de difícil tratamento, mesmo com a aplicação de diversos recursos terapêuticos. Apenas com a avaliação odontológica foram diagnosticados problemas em sua saúde bucal, que foram tratados para que o paciente recebesse alta”, contou o dentista Marcos Barbosa Pains, o primeiro profissional da área a atuar no serviço rotineiro.

Desde então, o dentista conta que conseguiu reduzir sensivelmente os casos de pneumonia relacionados à ventilação mecânica. “Os pacientes que estão na UTI com insuficiência respiratória precisam de um aparelho para ajudar na oxigenação. O uso dele aumenta o volume de bactérias que acabam alcançando o pulmão, causando a infecção. Por isso, o principal benefício da presença do dentista na UTI é prevenir essas infecções”, explicou Pains.

Continue lendo...

https://odontodivas.com/2017/09/dentista-na-uti-diminui-zero-os-casos-de-pneumonia-no-hrc.html